Comunicação Social do MPPR

Institucional

08/11/2019

Ministério Público do Estado do Paraná emite nota pública em repúdio à fala do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal

O Ministério Público do Paraná vem a público manifestar absoluto repúdio à fala de Gilmar Mendes, proferida durante sessão do Supremo Tribunal Federal desta quinta-feira, 7 de novembro, durante o julgamento sobre prisão em segunda instância. Afastando-se completamente da discussão da causa, de extrema relevância para a sociedade brasileira, Gilmar Mendes derivou para ataque gratuito ao Ministério Público.


Confira, abaixo, a íntegra da nota pública (ou acesse aqui).

 

 

NOTA DE REPÚDIO

O Ministério Público do Paraná repudia veementemente as inverdades e  aleivosias de Gilmar Mendes, em pleno julgamento de tema de relevantíssimo interesse da sociedade, em nova e ignóbil demonstração de desrespeito e insulto ao Ministério Público Brasileiro e Paranaense.

Lamentável que um agente de Estado do porte de membro da Suprema Corte, desvestindo a toga ética que faz parte da tradição daquela Casa, assuma soez postura, incompatível com a honra, dignidade e decoro de suas funções.

Além das medidas a serem judicialmente encaminhadas para restabelecer a verdade, que se situa em plano fático absolutamente oposto à sua irresponsável fala, a resposta do Ministério Público Brasileiro e Paranaense continuará se dando na obstinada combatividade aos malfeitos e no resgate dos mais caros valores sociais que a Constituição lhe incumbiu de tutelar.


Curitiba, 8 de novembro de 2019

Ivonei Sfoggia
Procurador-Geral de Justiça

Ministério Público do Estado do Paraná

 

 

08/11/2019

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem