Comunicação Social do MPPR

Criminal

13/02/2020

MPPR e PM deflagram ação contra facção criminosa em oito cidades

A partir de Londrina, Norte-Central do estado, o Ministério Público do Paraná, em parceria com a Polícia Militar do Paraná, deflagrou nesta quinta-feira, 13 de fevereiro, a Operação Irmandade, voltada a reprimir organização criminosa que atua em vários estados do país a partir de estabelecimentos prisionais. Foram expedidos 47 mandados de busca e apreensão e 29 de prisão preventiva para cumprimento em oito cidades – seis paranaenses, na capital paulista e em um município maranhense.

As investigações no Ministério Público foram conduzidas pela 16ª Promotoria de Justiça de Londrina, em parceria com a 4ª Companhia Independente de Polícia Militar. As ordens judiciais estão sendo cumpridas em Londrina (Sistema Penitenciário – Casa de Custódia, Penitenciária Estadual I e II, Cadeia Pública Feminina e Centro de Reintegração Social de Londrina), Borrazópolis, Cambé, Faxinal, Piraquara (Penitenciária Estadual I), Rolândia, Sertanópolis, Uraí, São Paulo (SP) e Lago da Pedra (MA). Os mandados foram deferidos pelo Juízo da 3ª Vara Criminal do Foro Central da Comarca de Londrina.

Facção – Os presos são suspeitos de pertencer a organização criminosa responsável pela prática de diversos crimes, tais como o tráfico e a associação para o tráfico de drogas, tortura mediante sequestro, falsificação, dentre outros. Alguns desses crimes tem por objetivo a captação de recursos financeiros para o custeio das atividades da organização criminosa; outros – a exemplo da tortura mediante sequestro – são utilizados como espécie de penalidade a desafetos ou membros da própria facção, por meio do que é conhecido como “Tribunal do Crime”.

 

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
(41) 3250-4469

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem