Comunicação Social do MPPR

Idoso

25/03/2020

Promotorias de Justiça de Proteção ao Idoso de Curitiba recomendam vacinação in loco para idosos residentes em instituições de longa permanência

Teve início na última segunda-feira, 23 de março, a campanha nacional de vacinação contra a gripe em 2020, sendo a população idosa (com mais de 60 anos) o público prioritário nesta primeira etapa. Considerando as medidas adotadas em todo o território nacional para a contenção da propagação do coronavírus (Covid-19) e o fato de ser esse segmento um dos mais vulneráveis ao contágio da doença, o Ministério Público do Paraná, por meio das Promotorias de Justiça de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa de Curitiba, expediu recomendações administrativas com o objetivo de garantir que os residentes em Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs) da capital recebam a vacina nas próprias instituições, sem a necessidade de deslocamento às unidades de saúde.

As recomendações são dirigidas ao Município de Curitiba e aos dirigentes responsáveis pelas ILPIs da capital. Também deverão ser vacinados in loco todos os trabalhadores que prestem serviços nas instituições. Nos documentos, o MPPR também reforça orientação institucional para que, durante o período de enfrentamento à pandemia, sejam suspensas as visitas aos idosos residentes, seja por familiares, amigos ou representantes legais.

Foi concedido prazo de dez dias para que os destinatários das recomendações informem ao Ministério Público do Paraná as medidas adotadas para o atendimento.

Acesse a íntegra das Recomendações dirigidas à Secretaria Municipal de Saúde e aos gestores de ILPIs.

Confira matéria relacionada:

24/03/2020 - MPPR recomendará a ILPIs de todo o estado cuidados com idosos

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
comunicacao@mppr.mp.br
(41) 9116-0267​

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem