Comunicação Social do MPPR

Segurança Pública

26/06/2020

Ministério Público do Paraná firma parceria para desenvolver projeto visando reduzir furtos e roubos de celulares no município de Ponta Grossa

No ano passado, 1,4 mil furtos e roubos de celulares foram registrados em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, segundo dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública. Neste ano, até o final de maio, já foram mais 530 furtos e roubos de aparelhos – total que se refere apenas aos casos comunicados à polícia, já que há situações em que as vítimas não chegam a fazer boletim de ocorrência. Para contribuir com a redução desse crime, o Ministério Público do Paraná, a Secretaria Municipal de Cidadania e Segurança Pública de Ponta Grossa e as polícias Civil e Militar vão desenvolver no município o programa “Salve Celular”, cujo termo de cooperação foi assinado nesta semana.

Por meio do programa, cada cidadão que tenha celular poderá fazer o cadastro de seu aparelho numa página que será hospedada no site da Secretaria Municipal de Cidadania e Segurança Pública. Ele deverá informar dados pessoais e do aparelho, como marca, modelo e, principalmente, o número do IMEI, único e exclusivo de cada aparelho.  Com isso, caso o celular seja furtado ou roubado, o proprietário poderá informar que ele se encontra em situação “irregular”. Assim, quem for comprar o aparelho usado poderá consultar no site e constatar que ele foi furtado ou roubado, evitando adquiri-lo para não ser processado por receptação.

O MPPR é representado na parceria pela 6ª Promotoria de Justiça da comarca. Segundo o promotor de Justiça Jânio Luiz Pereira, titular da Promotoria, a expectativa é de que o serviço possibilite uma redução média de 30% nos casos de furtos, roubos e receptação de celulares. A proposta do programa foi apresentada pelo promotor, que se inspirou em iniciativa semelhante desenvolvida pelo Ministério Público de Pernambuco – onde o trabalho proporcionou redução de 30% desse crime. “Essa iniciativa é importante para a redução dos crimes envolvendo celulares, como também para dar mais segurança para quem deseja comprar aparelhos usados, e também poderá contribuir para que pessoas que foram vítimas de assaltos e perderam seus celulares possam recuperá-los. Isso porque, quando houver recuperação de aparelhos pela polícia, os dados dos legítimos donos poderão ser conferidos no site, para que sejam feitas as devoluções”, comenta o promotor de Justiça.

A previsão é de que o projeto comece a funcionar até meados de agosto, quando então será feita ampla divulgação da iniciativa na cidade – inclusive com o uso de outdoors – para que os cidadãos possam preencher o cadastro no site do projeto.

 

Informações para a imprensa:

Assessoria de Comunicação

comunicacao@mppr.mp.br

(41) 3250-4264

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem