Comunicação Social do MPPR

Institucional

23/03/2012

Laboratório de Tecnologia contra Lavagem de Dinheiro vai agilizar investigações no Paraná

Foi inaugurado nesta sexta-feira, 23 de março, o primeiro Laboratório de Tecnologia contra Lavagem de Dinheiro do Paraná. O LAB-LD é um centro difusor de técnicas e serviços para a produção de informações voltadas à investigação e persecução de crimes que implicam em desvio de dinheiro. Resultado de convênio entre o Ministério Público do Paraná e o Ministério da Justiça, o laboratório conta com equipamentos de ponta e um conjunto de softwares que tornará as investigações muito mais rápidas, permitindo, por exemplo, cruzamentos de dados bancários, telefônicos e fiscais e a troca de informações entre todos os 15 laboratórios já instalados, em oito estados brasileiros.

A placa de inauguração foi descerrada pelo procurador-geral de Justiça, Olympio de Sá Sotto Maior Neto, pelo diretor do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI), da Secretaria Nacional de Justiça, do Ministério da Justiça, Ricardo Saadi, e pelo coordenador do LAB-LD no Paraná, procurador de Justiça Alfredo Nelson da Silva Baki.

O procurador-geral de Justiça ressaltou que os serviços da unidade poderão, inclusive, servir a outros órgãos que necessitem deste tipo de tecnologia, como a Polícia e a Receita Estadual, melhorando o combate à criminalidade organizada no Estado: "O laboratório é uma importante ferramenta no combate aos crimes contra o patrimônio público e à criminalidade organizada. A sociedade paranaense é que ganha com isso”, afirmou.

“O laboratório reúne softwares que permitem traçar o caminho que o dinheiro percorre e as tendências das práticas das organizações criminosas. Uma análise que antes durava de dois a três anos agora pode ser feita em 15 dias. Em algumas situações o processamento é imediato. Isso vai permitir que desvios de verbas públicas, por exemplo, possam ser detectados em um tempo muito menor, permitindo que as autoridades tomem providências para o bloqueio dos bens rapidamente”, afirmou o diretor do DRCI, Ricardo Saadi.

A equipe que atuará no laboratório passou por treinamento específico oferecido pelo DRCI. "O Laboratório de Tecnologia contra Lavagem de Dinheiro tem capacidade para análise de grande quantidade de informações usando alta tecnologia. A junção desta tecnologia, com equipe especializada e capacitação adequada cria uma poderosa ferramenta no combate a crimes complexos e torna o processamento das informações muito mais ágil à disposição do Ministério Público do Paraná", diz o coordenador do LAB-LD do Paraná, Alfredo Nelson da Silva Baki.

Ação nacional - A implantação desses centros especializados de tecnologia é uma das ações estruturais da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro - ENCCLA, instituída em 2003, mesmo ano de criação do DRCI. A ENCCLA consiste na articulação de diversos órgãos dos três poderes da República, Ministérios Públicos e da sociedade civil para a prevenção e combate à corrupção e à lavagem de dinheiro no país. A criação dos laboratórios também está inserida no conjunto de ações no Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) para o enfrentamento à corrupção e ao crime organizado.


Foto Inauguração Laboratório Lavagem de Dinheiro

Foto Inauguração Laboratório Lavagem de Dinheiro

Foto Inauguração Laboratório Lavagem de Dinheiro

Foto Inauguração Laboratório Lavagem de Dinheiro

Foto Inauguração Laboratório Lavagem de Dinheiro

Foto Inauguração Laboratório Lavagem de Dinheiro

Informações para a imprensa com:
Assessoria de Comunicação
Ministério Público do Paraná
(41) 3250-4226 / 4228
Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem